quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

GOVERNO CONVIDA EX-SECRETÁRIO NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA PARA ASSUMIR PASTA EM GOIÁS


Professor Ricardo Balestreri tem experiência de 25 anos com polícias do mundo todo e defende reformas profundas no sistema brasileiro
O governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), convidou o professor e historiador gaúcho Ricardo Balestreri Brisola para assumir a Secretaria de Estado de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP).
Segundo o governo, a sondagem foi feita, mas ainda não houve uma resposta definitiva. Ex-secretário Nacional de Segurança Pública (Senasp) entre 2008 e 2010, Balestreri é um dos principais estudiosos sobre políticas públicas de segurança do país. Há mais de 25 anos em contato direto com as polícias do mundo inteiro, trabalhou com cerca de 70 mil policiais brasileiros (entre militares, civis e federais) de todos os 27 estados.
“Dediquei minha gestão à frente da Senasp à polícia, assim como minha vida. Ao longo dos anos descobri que a polícia talvez seja o segmento que mais influência tem do ponto de vista de multiplicação de cultura na sociedade”, defendeu em um evento em 2015.
Balestreri, que tem 58 anos, é um ferrenho defensor dos policiais e, inclusive, escreveu teses sobre Direitos Humanos de Policiais. Como secretário, foi o gestor público que mais comprou armas de fogo para polícias do Brasil, inclusive para a Polícia Civil. Criou a maior rede acadêmica do mundo para policiais, com 77 cursos de pós-graduação gratuitos e 170 mil bolsas de estudos.
Apesar de ter sido gestor público, o professor diz que o sistema de Seguraça Pública brasileiro é como uma “jabuticaba”: só existe no Brasil. Ele defende uma reforma profunda e ampla.
Caso Balestreri aceite o convite, esta será a segunda vez, neste mandato, que o governador atrai um especialista de projeção nacional para comandar uma pasta da administração estadual. Com caráter estritamente técnico e a proximidade com as bases, o professor é considerado uma grande aposta de Marconi.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TCE determina ressarcimento de R$ 7,6 milhões ao Município de Guamaré por irregularidades de prefeitos

Jorge Filho O Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN) determinou o ressarcimento de R$ 7,6 milhões ao Município de Guamaré em vi...