INÍCIO

contato

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Sindjorn emite nota de apoio a jornalista demitido por criticar Dilma Rousseff em Caicó


O jornalista Robson Pires foi demitido sumariamente, sem justa causa, pelo diretor da Rádio Rural de Caicó, padre Ivanoff da Costa Pereira

rtu45u2
O Sindicato dos Jornalistas do Rio Grande do Norte (Sindjorn/RN) emitiu nota em apoio ao jornalista e radialista Robson Pires, que foi demitido da Rádio Rural de Caicó após 36 anos de serviços prestados, por ter criticado o Governo da Presidente Dilma Rousseff.
Em nota, o sindicato afirma que atualmente não é cabível que um profissional da comunicação continue amordaçado, principalmente aqueles que refletem o pensamento da grande parte da sociedade. E que, a rádio (e demais meios de comunicação) devem seguir o exemplo do Papa Francisco, que vem trazendo um novo olhar de liberdade, especificamente de pensamento. “Que o exemplo de Roma sirva para exemplo para nós também”, diz.
O Sindjorn ressalta que “Mesmo com linhas editoriais definidas, os veículos devem abrir espaço para os mais diversos pontos de vista, contribuindo para o pluralismo de ideias e fazendo o papel que é essencial para a sociedade, o de informar”.
O jornalista Robson Pires foi demitido sumariamente, sem justa causa, pelo diretor da Rádio Rural de Caicó, padre Ivanoff da Costa Pereira, depois de ter criticado em seu jornal diário, das 7h30 às 8h30, o governo da presidente Dilma Rousseff, ex-presidente Lula e seus aliados petistas.

Nota na íntegra:
Não se é mais cabível nos dias de hoje que o jornalista, radialista ou qualquer profissional da comunicação continue amordaçado em suas opiniões, principalmente àquelas que refletem o pensamento da grande parte da sociedade.
Mesmo com linhas editoriais definidas, os veículos devem abrir espaço para os mais diversos pontos de vista, contribuindo para o pluralismo de ideias e fazendo o papel que é essencial para a sociedade, o de informar. Um fato ocorrido na cidade de Caicó, mais precisamente na Rádio Rural, onde o profissional Robson Pires foi demitido logo após apresentação do seu programa diário, faz-nos pensar sobre tal situação, principalmente em um veículo de comunicação dirigido por um membro da Igreja Católica onde o atual Papa, Francisco, vem com um novo olhar para a liberdade, especificamente a do pensamento. Onde se celebra o dia Mundial das Comunicações com júbilo e sem censura.
Que o exemplo de Roma sirva para exemplo para nós também.
Portal JH

Nenhum comentário:

Postar um comentário